20 de junho de 2007

Cirurgia inovadora cura paciente de desvio na coluna

Um paciente atendido pelo SUS e outros cinco voluntários que sofriam fortes dores na coluna conheceram os benefícios de uma técnica cirúrgica inovadora apresentada no 2º Encontro Alagoano de Endoscopia da Coluna.
Ainda pouco conhecida no Brasil, a endoscopia da coluna foi apresentada pelo neurologista Albert Azuelos, membro do Comitê Europeu de Neurocirurgia e um dos especialistas mais respeitados do País nesta área.
“O procedimento cirúrgico reduz sensivelmente as dores e permite que o paciente tenha alta já no dia seguinte”, relata o coordenador do evento, o neurocirurgião Aldo Calaça, da Santa Casa de Maceió. A técnica tem a vantagem de ser menos invasiva, o que expõe o paciente a menos riscos.
O servidor público Gleyton Marcos Ferraz, 33 anos, foi um dos pacientes selecionados para fazer a cirurgia. “Eu sentia dores fortíssimas na coluna por causa de três hérnias de disco. Chegava a sentir dormência na ponta do pé e precisava de sedativos para dormir. Depois da cirurgia voltei a ter uma vida normal. Não sinto mais nenhuma dor”, comemora Gleyton.
Ele conta que passou por momentos de crise em que precisou se afastar do trabalho por causa da coluna. Gleyton, como os demais beneficiados, ficou internado na Santa Casa de Maceió por uma noite antes de ser liberado. “Após muito tempo consegui dormir sem sentir dores. Hoje me sinto curado”, sorri.
Por ser recente, a técnica não é coberta pelos planos de saúde e nem pelo SUS, por isso o procedimento ainda não está disponível para estes pacientes.

Teoria e Prática
O curso teórico do 2º Encontro Alagoano de Endoscopia da Coluna ocorreu no auditório da Unimed. Já a parte prática (a própria cirurgia) ocupou um dos centros cirúrgicos da Santa Casa de Maceió. O evento contou com as palestras dos renomados neurologistas Abynadá Lyro, Marcos Masini e Alberto Azuelos.
O próprio Albert Azuelos chefiou a equipe de cirurgia, que contou ainda com a presença do presidente da Associação Brasileira de Neurocirurgia, Marcos Masini, e de representantes da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor e da Sociedade de Cirurgia Minimamente Invasiva, além de especialistas alagoanos.
Cinco profissionais acompanharam o procedimento dentro do centro cirúrgico da Santa Casa de Maceió. Numa sala à parte, outros 18 profissionais observaram a técnica por meio de videoconferência.
Segundo Aldo Calaça, a endoscopia da coluna foi credenciada junto à Academia Brasileira de Neurocirurgia pela empresa americana Myelotech, detentora da patente.
Um dos objetivos do evento foi justamente divulgar a técnica cirúrgica entre os especialistas alagoanos. "Queremos multiplicar os conhecimentos sobre esta técnica cirúrgica em Alagoas, de forma que os planos de saúde passem a cobri-la e a disponibilizem a seus clientes", finalizou Aldo Calaça.

Theodomiro Jr. – MTE nº 535
Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Maceió
04/06/2007

20 de junho de 2007