20 de junho de 2007

Instituto da Mulher inicia curso para pais e gestantes

gestante

gestante

Doze casais se inscreveram na nova turma do Curso de Orientação a Pais e Gestantes realizado pela Santa Casa de Maceió através do Instituto da Mulher. A iniciativa, pioneira em Alagoas, visa ensinar pais e mães – principalmente os de primeira viagem – a cuidar do futuro bebê.
Uma equipe multidisciplinar da Pediatria do Instituto da Mulher ministra aulas práticas e teóricas sobre limpeza do recém-nascido, alimentação, cuidados com a gestante antes e depois do parto, mitos sobre a gravidez, presença do pai na sala de cirurgia, enfim, “uma gama de informações atualizadas que visam melhorar a qualidade de vida da família durante e depois da gestação”, explicou a pediatra Dilma Carvalho, da Coordenação de Pediatria Clínica.
Segundo Dilma Carvalho, os casais de primeira viagem são os que mais se beneficiam com o curso, entretanto, os pais de “segunda e terceira viagem”, as sogras, avós e tias podem atualizar sua prática e até mesmo desfazer antigos mitos sobre a gravidez. “Há muitos mitos transmitidos de geração em geração que precisam ser esclarecidos”, alertou a enfermeira Zara Moraes, que também participa do projeto.
Dez profissionais de seis especialidades médicas participam do curso. São pediatras, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, obstetras e anestesistas. Ao final do curso, os pais quem estiverem planejando ter seu filho na Santa Casa poderão visitar a sala de cirurgia.

Aula prática ensina a dar banho no bebê

Em sua palestra, a enfermeira Zara Moraes ministra uma aula prática sobre como dar banho no recém-nascido, quais os erros mais comuns na hora de colocar a fralda e como identificar alergias. “Os participantes do curso são convidados a dar banho em bonecos. É um momento de descontração e de aprendizado prático”, relata a enfermeira.
Já a nutricionista Vanessa Freitas esclarece dúvidas sobre a alimentação da bebê e da mãe durante e após a gestação. “Certos alimentos como café e refrigerantes devem ser evitados durante a amamentação, pois causam cólicas no bebê. Sem essa informação, muitos pais acham que o recém-nascido está doente e correm para o hospital”, revela Vanessa.
A inscrição no curso é gratuita, mas a coordenação do projeto estimula a doação de enxovais para gestantes carentes da Maternidade Santa Mônica. A aulas ocorrem uma vez por mês, durante seis meses, sempre às terças-feiras, às 19 horas e duram de uma a duas horas. Recomenda-se o curso para mulheres no 5º ou 6º mês de gestação.
Podem participar todas as gestantes, mesmo as que planejem ter seu filho em outros hospitais. Mais informações na Secretaria do Serviço de Pediatria, com Cássia Costa, pelos telefones 2123-6191 ou 9924-9832.

20 de junho de 2007