18 de fevereiro de 2008

UTI neonatal salva vidas de prematuros com SDR

A UTI neonatal da Santa Casa de Maceió recebeu uma incubadora de última geração que ampliará o atendimento a prematuros, particulamente a crianças com sintomas de uma doença conhecida como Síndrome do Desconforto Respiratório (SDR).
A incubadora, utilizada em conjunto com outros equipamentos, além de medicamentos e técnicas especializadas, pode ser a única chance de vida para crianças com SDR. A doença – que provoca insuficiência respiratória – é uma das principais causas de mortalidade nos primeiros dias de vida de prematuros.
Segundo Délia Herrmann, coordenadora da UTI neonatal da Santa Casa e professora doutora em neonatologia da Ufal, a SDR ocorre em 1% de todos os nascidos vivos e em 50% dos prematuros com menos de 1,5 kg.
“É imprescindível que a gestante faça um pré-natal adequado, para evitar o parto prematuro, e escolha um hospital com profissionais capacitados e recursos tecnológicos necessários ao tratamento da doença”, disse.

18 de fevereiro de 2008