4 de agosto de 2018

Ingresso no Mercado Livre de Energia reduzirá gastos em hospital

Nova recepção da Santa Casa foi projetada seguindo parâmetros de eficiência energética

A Santa Casa de Maceió acaba de iniciar o processo para ingresso no Mercado Livre de Energia (MLE) do País. Pouco conhecido da sociedade, o mecanismo permite que empresas escolham fornecedores de energia que ofereçam menor tarifa.

Quem não participa do MLE precisa submeter-se ao Mercado Cativo de Energia (leia-se Eletrobrás), onde as tarifas são mais caras. Neste caso, sem opção de escolha, a maioria das empresas precisar fazer uso de geradores no horário de pico, o que leva a mais gastos, poluição etc.

O coordenador de Manutenção da Santa Casa de Maceió, Antonio Carlos, explica que por tudo isso a Santa Casa de Maceió contratou uma empresa para fazer a gestão do consumo de energia e de suas unidades externas, além da inserção no Mercado Livre de Energia.

A expectativa é que o ingresso gradual no MLE gere uma redução de, ao menos, 20% no consumo de energia. Atualmente, o hospital e suas unidades externas possuem 14 subestações de alta tensão, cada uma representando um contrato de energia.

4 de agosto de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *