28 de dezembro de 2018

Brigadistas enfrentam primeiro desafio em simulado de abandono

A Santa Casa de Maceió realizou  na manhã desta sexta (28/12) o 3º Simulado do Plano de Atendimento a Emergência (PAE), também conhecido como plano de abandono do hospital. Conforme destacou Clóvis Vieira, coordenador do plano, o simulado foi o primeiro teste para os novos 20 brigadistas da Santa Casa de Maceió.

Auditores, equipe de vídeo e de apoio acompanharam o simulado e criaram o clima de incêndio no antigo acesso à gráfica, incluindo gelo seco e atores no papel de vítimas. As equipes de brigadistas foram acionadas para debelar o foco de incêndio com extintores e retirar as vítimas com destino à emergência do próprio hospital.

No treinamento, os brigadistas precisaram pensar rápido e até mesmo arrombar um porta para cumprir o objetivo. Um dos atores-vítimas precisou ser contido fisicamente por uma brigadista ao tentar entrar no local de incêndio, o que foi elogiado pelo ator no encontro de análise da simulação. A reunião ocorre no centro de estudos do hospital sempre após concluída a operação.

O superintendente Carlos André Melo (Engenharia e Infraestrutura) destacou que as não conformidades assinaladas pelos auditores devem servir de análise para que os novos brigadistas e as demais equipes se reúnam e proponham melhorias visando os próximos simulados e mesmo uma ocorrência real.

Neste sentido, Clóvis Vieira frisou que no próximo ano serão realizadas reuniões com as equipes e “simulações de mesa” (aulas didáticas) com os brigadistas. Outras duas novidades para 2019 são a união dos simulados de desastre (PAD) com o de abandono (PAE) num único simulado e a não antecipação da data de execução da operação. “Inicialmente, os mais de 150 colaboradores envolvidos serão informados apenas sobre o mês em que faremos o simulado. Todo o restante será sigiloso”, acrescentou Clóvis Vieira.

 

28 de dezembro de 2018