28 de fevereiro de 2019

Projeto de lei: núcleos em municípios prestarão primeiros atendimentos ao paciente com suspeita de câncer

No encontro de abertura da programação 2019 do grupo Mulheres Vencedoras, a deputada Fátima Canuto  apresentou a proposta de um projeto de lei que visa a criação de núcleos de prevenção e diagnóstico precoce do câncer na rede hospitalar de Alagoas.

A proposta é que cada Núcleo de Prevenção e Diagnóstico Precoce Oncológico (NPDPO) seja formado por uma equipe multidisciplinar, que prestará os primeiros atendimentos aos pacientes com suspeita de câncer em seus municípios ou grupo de municípios mais próximos de suas residências. ”

“Buscamos, assim, uma melhor qualidade nos diagnósticos, humanizando o tratamento e resgatando a cidadania, bem como, auxiliando a rede básica na capacitação para diagnosticar precocemente o câncer, capacitando os profissionais, agilizando o acesso às especialidades clínicas para o diagnóstico e estabelecendo fluxos de encaminhamento dos casos detectados”, detalhou a parlamentar.

Após a apresentação, Fátima Canuto ouviu alguns relatos e sugestões das participantes do projeto, que viveram de perto as dificuldades em conseguir o diagnóstico para dar início ao tratamento.  Fátima Canuto enfatizou que é um direito de todos ter acesso ao tratamento do câncer com agilidade, direito este garantindo por meio da Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012, que dispõe sobre o primeiro tratamento de paciente com neoplasia maligna comprovada e estabelece prazo para seu início.

Participaram também da reunião, o oncologista e radio  terapeuta Marcos Davi, a gestora da Linha Oncológica da Santa Casa de Maceió, Aishá Gois; a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Alagoas, Maria Helena Lessa; a vice-presidente Jane Falcão, a coordenadora da Rede, Aidé Tojal; além de voluntárias da entidade. Também estiveram presentes as coordenadoras dos serviços de Psicologia e Enfermagem da Oncologia da Santa Casa de Maceió.

O projeto

O grupo Mulheres Vencedoras nasceu como principal expressão do Projeto Mama, de iniciativa do Serviço de Psicologia da Santa Casa de Maceió. Além de palestras sobre o câncer, o grupo recebe o acompanhamento das psicólogas Anamarina Soares e Fabíola Brandão (Oncologia).

Elas coordenam o projeto com o apoio da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Gratuito, os encontros ocorrem sempre na última segunda-feira do mês com a presença de especialistas e palestrantes convidados.

A primeira parte da reunião é aberta a comunidade e tem início às 8 horas no centro de estudos da Santa Casa de Maceió. A segunda parte, entretanto, é reservada às participantes que desejem ingressar no grupo e serem acompanhadas pelas psicólogas.

 

28 de fevereiro de 2019