5 de março de 2019

Almoço com o Provedor: colaboradores sugerem melhorias para o hospital

O Almoço com o Provedor desta semana reuniu lideranças e colaboradores vinculados à Superintendência de Engenharia e Infraestrutura e à Linha Oncológica da Santa Casa de Maceió, principalmente os que ainda não tiveram oportunidade de participar deste encontro.

Junto com o provedor Humberto Gomes de Melo e sua esposa, Rosinete Mendonça de Melo, estiveram presentes os superintendentes Carlos André de Mendonça Melo (Engenharia e Infraestrutura) e Severino Moura (Produção Assistencial e Suprimentos), além do gerente Sílvio Melo (Gestão de Pessoas) e do assessor Antonio Noya (Comunicação).

O encontro desta semana abordou o trabalho realizado pela Linha Oncológica, pela equipe da Casa de Apoio Lenita Quintela e pelas unidades Santa Casa Rodrigo Ramalho, Santa Casa Oncologia Pediátrica e Santa Casa Poço.

Chamaram a atenção os relatos pessoais de colaboradores que ascenderam profissionalmente dentro da instituição, a maioria selecionada por processos seletivos internos, que confirmam a importância da meritocracia adotada pela instituição.

Mas, o que ocupou boa parte dos diálogos no almoço foi a percepção de alguns colaboradores sobre o que pode ser melhorado no hospital, justamente um dos objetivos do projeto quando foi lançado pelo provedor Humberto Gomes de Melo.

“É raro o gestor de uma empresa ouvir quem está na linha de frente, no chão de fábrica da empresa. É uma estratégia inteligente para ver a instituição também pelos olhos do colaborador e melhorá-la”, comentou o gerente Sílvio Melo.

Entre as sugestões apresentadas no almoço destaque para a criação de um espaço destinado às ambulâncias para estacionamento nas imediações do Centro Médico Duílio Marsiglia; mudanças no fluxo de atendimento dos pacientes da oncologia (muitos oriundos do interior), que chegam antes da unidade abrir; entre diversas outras questões que estão no dia-a-dia dos colaboradores e pacientes e que fazem diferença na assistência.

O provedor Humberto Gomes de Melo comentou que o gestor de um hospital como a Santa Casa de Maceió não pode estar em todas as dependências do hospital, daí o propósito destes encontros. Ele frisa que todos devem conhecer os setores uns dos outros, todos devem conhecer o que facilita e dificulta o trabalho de cada um e, principalmente, todos devem sugerir soluções para as questões que se apresentam.

Neste sentido, o provedor elogiou as proposições, sugestões e problemas apresentados no almoço, destacando que tudo o que foi discutido teve como centro a preocupação com o bem estar do paciente. “Precisamos nos colocar no lugar do outro. Afinal, um dia poderemos estar ali”, resumiu Rosinete Mendonça.

O provedor incumbiu os superintendentes Carlos André de Mendonça Melo e Severino Moura, além da gestora Aishá Gois (Linha Oncológica), de discutirem a viabilidade das sugestões apresentadas, análise de outras propostas, e a solução dos problemas listados, mesmo que envolvam instituições públicas.

Ao fim do encontro, tanto o provedor como sua esposa, Rosinete Mendonça de Melo, elogiaram o trabalho realizado pela Linha Oncológica junto aos pacientes atendidos na Santa Casa matriz, Santa Casa Rodrigo Ramalho e Santa Casa Oncologia Pediátrica. Elogiou o empenho das lideranças e colaboradores e a atuação da gestora Aishá Góis.

5 de março de 2019