17 de abril de 2019

Almoço com o Provedor: relatos mostram que estudar é melhor caminho para ascensão profissional

Leia na reportagem de hoje:

  • Sessão especial na Assembleia Legislativa ressalta papel do Cacon da Santa Casa de Maceió
  • Case de colaboradora que apostou nos estudos e cresceu profissionalmente
  • Importância de veteranos e novatos compartilharem conhecimentos
  • Levantamento de tecnólogos no hospital à espera de oportunidade de contratação
  • Festa junina tem data confirmada por Gestão de Pessoas
  • Dica de preparação para a corrida de rua da Santa Casa

O Almoço com o Provedor desta semana reuniu lideranças e colaboradores de diversos setores que ainda não haviam participado do encontro, com predominância dos técnicos de enfermagem. O evento contou ainda com a presença de enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares administrativos e de higienização, copeiro, segurança patrimonial e balconistas de farmácia.

Junto com o provedor Humberto Gomes de Melo estiveram presentes o diretor médico Artur Gomes Neto, os superintendentes Carlos André de Mendonça Melo (Engenharia e Infraestrutura) e Severino Moura (Produção Assistencial e Suprimentos), o gerente Sílvio Melo (Gestão de Pessoas), além de assessores e gestores de área.

Um dos destaques do encontro, ressaltado pelo provedor Humberto Gomes de Melo, foi a sessão especial realizada pela Assembleia Legislativa de Alagoas sobre o tema “Quem tem câncer tem pressa”. O evento contou com a parceria da Rede Feminina de Combate ao Câncer, que aproveitou o momento para promover a campanha de rede nacional “Preciso Viver 2019”,

Representando a Santa Casa de Maceió participaram o oncologista Marcos Davi Melo, a gestora Aishá Gois (Linha Oncológica) e a psicóloga Anamarina Soares.

Conforme relatou Aishá Gois, os deputados que presidiram a sessão reconheceram a importância da Santa Casa de Maceió pela sua condição de Centro de Assistência em Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) que mais trata pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em Alagoas.

Os parlamentares destacaram que o hospital tem dado respostas aos pacientes oncológicos, mas enfatizaram também que há muitos gargalos a serem equacionados, como os limites impostos pela contratualização.

No almoço com o provedor foram elencados também os investimentos em humanização e na ampliação do atendimento oncológico, com destaque para a emergência oncológica da Santa Casa Rodrigo Ramalho e o Centro Médico Duílio Marsíglia, com ambulatório oncológico, ambos atendendo os pacientes do SUS.

Outro assunto acentuado pelo provedor foi a importância dos colaboradores continuarem seus estudos e aperfeiçoamento profissional. No almoço ouviu-se vários relatos de colaboradores que buscaram a educação continuada e hoje progrediram profissionalmente na instituição. O caso da técnica em radiologia Danelle Priscila Braga resume bem os vários casos citados.

Ex-funcionária do antigo Hospital Monte Cristo, que deu lugar ao então Hospital Nossa Senhora da Guia, Danielle foi convidada a permanecer na unidade após passar por seleção. Na maternidade SUS da Santa Casa, trabalhava um turno na área administrativa e no outro estudava radiologia. Após concluir o estágio pós-curso, conseguiu uma bolsa para estudar no Rio de Janeiro, donde voltou para ampliar a qualidade dos exames realizados na unidade Diagnósticos Santa Casa.

Outra característica dos colaboradores presentes no almoço reflete o atual perfil do quadro de pessoal da instituição, onde veteranos e novatos, muitos na condição de primeiro emprego, compartilham experiências, conhecimento e expectativas.

Para Severino Moura é importante oxigenar o hospital com pessoas novas e sobretudo o compartilhamento de conhecimento. “Para assumir novos desafios, o líder precisa preparar o seu sucessor”, comentou.

Outro ponto abordado, e enfatizado pelo provedor Humberto Gomes de Melo, foi o levantamento de tecnólogos em radiologia que trabalham na instituição, alguns atuando em outras funções enquanto esperam uma oportunidade de serem promovidos. Os tecnólogos são profissionais de nível superior e com maior tempo de formação. Gestão de Pessoas se comprometeu a fazer um levantamento na instituição.

A campanha de vacinação contra a influenza, que teve início na última segunda-feira na Santa Casa de Maceió, também foi lembrada no almoço, num esforço de Gestão de Pessoas para que a cobertura este ano seja superior a 90%.

O gerente Sílvio Melo também confirmou a realização do tradicional São João da Santa Casa de Maceió no dia 14/06 no Acrópole Hall, no Jaraguá.

O diretor médico Artur Gomes Neto, por sua vez, aproveitou a oportunidade para compartilhar um projeto de prevenção e cuidado da saúde do colaborador que está prestes a ter início no hospital. O projeto piloto beneficiará a equipe do Serviço de Cardiologia, mas em seguida será ampliado para todo hospital.

Na programação do ano, outro evento bastante esperado é a corrida de rua promovida pela Santa Casa de Maceió no segundo semestre. Adepta da modalidade, a psicanalista Rosinete Mendonça de Melo não perdeu a oportunidade e lembrou que aqueles que desejam participar do evento devem começar a se preparar agora e não na semana que antecede à corrida.

“Devem começar aos poucos, com exercício físico de ao menos 30 minutos por dia. Porém, mais importante que a corrida deve-se considerar os benefícios para a vida”, disse Rosinete, lembrando ser importante procurar um cardiologista para checar a saúde.

17 de abril de 2019