6 de abril de 2019

“Psicológico responde por 50% do tratamento”, diz cirurgião oncológico

Dr. Melodia (centro) com os médicos Aldo Barros e Claudemiro Neto

De passagem por Maceió, onde visitou pacientes oncológicos da Santa Casa de Maceió, o cantor e compositor baiano Alan Cruz, mais conhecido como Dr. Melodia, compartilhou sua arte por meio da musicoterapia.

Mas, qual a relação entre música e terapia?

Quem responde é o cirurgião Claudemiro Neto: “A música resgata memórias afetivas antigas, trazendo o sentimento de momentos felizes para o presente”, diz o especialista, lembrando que a musicoterapia deve atuar em conjunto com outras ações de humanização.

Já o cirurgião oncológico Aldo Barros afirma que 50% do tratamento depende de recursos técnicos-científicos e os outros 50% do equilíbrio psicológico do paciente. “A prática clínica nos mostra que o tratamento é mais eficiente em pacientes em condições físicas e psicológicas adequadas. Ele precisa estar bem consigo mesmo”, acrescentou.

6 de abril de 2019