8 de agosto de 2019

Lojinha da Rede Feminina comemora dois anos na Santa Casa de Maceió

A Santa Casa de Misericórdia de Maceió celebrou, no dia 20 de julho, dois anos da Lojinha da Rede Feminina de Combate ao Câncer dentro das dependências da instituição. Para comemorar a data, na tarde desta terça-feira (06), as voluntárias da entidade promoveram um lanche.

Lojinha da Rede Feminina de Combate ao Câncer celebra dois anos de atividades na Santa Casa de Maceió Foto: Sílvio Romero

Para a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Alagoas, Maria Helena Lessa, hoje é um dia de festa. “Nos reunimos, comemos um bolinho e aproveitamos para colocar algumas peças com um preço especial. O objetivo da loja é atender as pessoas que estão em tratamento e seus acompanhantes. Para o paciente que está na Santa Casa, e precisa de produtos específicos, é mais fácil ir à lojinha do que ter que se deslocar para a Casa de Apoio. Também temos produtos do dia a dia, como produtos de higiene, que, em caso de uma internação de última hora, o acompanhante vai encontrar com facilidade. Os últimos dois anos foram de muito trabalho”, comemorou.

“Atendemos a uma reivindicação antiga da entidade e hoje ela tem esse espaço de convivência, uma loja que possibilita que a sociedade enxergue um pouco mais as ações desenvolvidas pela Rede Feminina”, afirmou o provedor da Santa Casa de Maceió, Humberto Gomes de Melo, no dia em que o espaço foi inaugurado.

Lojinha da Rede Feminina de Combate ao Câncer celebra dois anos de atividades na Santa Casa de Maceió Foto: Sílvio Romero

O local, montado ao lado da lanchonete Rei do Mate, passou por uma mini reforma e retomou suas atividades. A loja, além de vender os produtos da Rede Feminina, também serve como ponto de acolhimento. No espaço há a doação de próteses mamárias, cílios postiços, lenços, entre outros produtos, como já acontece na Casa de Apoio Lenita Vilela. Conduzida por voluntárias, a loja abre de 8 às 18h, e o dinheiro da venda dos produtos é revertido para ações da entidade. Em breve, um brechó será aberto na parte superior da loja.

Sobre a Rede Feminina

A Rede Feminina de Combate ao Câncer foi reativada em 2001 e sempre contou com o auxílio de voluntárias. Atualmente, cerca de 100 atuam diariamente. Entre as iniciativas da Santa Casa em apoio à Rede Feminina estão a criação de uma sala de apoio no hospital e o pagamento de pessoal e fornecimento de alimentos para a Casa de Apoio Lenita Quintella Vilela, que hospeda pacientes que vêm do interior.

A presidente da instituição, Maria Helena Lessa, destacou a importância da Casa de Apoio. “No local existem 40 leitos para hospedagem de pacientes do interior do Estado em tratamento de radioterapia e quimioterapia na Santa Casa de Misericórdia de Maceió. O serviço oferece três refeições diárias aos pacientes, além de lanches, material de higiene, medicamentos e a assistência constante de uma auxiliar de enfermagem e das voluntárias da Rede Feminina de Combate ao Câncer”, detalhou.

 

8 de agosto de 2019