8 de outubro de 2019

Time de futebol feminino promove ação para a doação de sangue

Promovido pelo Programa Qualidade de Vida da Santa Casa de Misericórdia de Maceió, no dia 21 de setembro, o II Torneio de Futebol da instituição tinha tudo para ser apenas um momento de lazer. Mas o time Tropa de Elite, segundo lugar na disputa, resolveu transformar o amor pelo esporte em boa ação. As atletas se juntaram novamente, e no dia 3 de outubro, “invadiram” o Banco de Sangue para ajudar a melhorar o estoque da unidade.

Tropa de Elite depois da doação de sangue no Banco de Sangue da Santa Casa de Maceió

“Dar o melhor de si sempre foi o objetivo maior do grupo, dentro de campo e fora dele. Se o simples ato de solidariedade ajudar a salvar vidas e contagiar outras pessoas a se tornarem um doador, teremos cumprido a nossa missão como cidadã, como atletas e como colaboradoras de uma instituição onde valores como humanização e o trabalho em equipe fazem a diferença. Para o Tropa de Elite, “missão dada é missão cumprida”, disse Flávia Toledo, capitã do time.

O Tropa de Elite foi formado, em 2018, para a primeira edição do torneio. As atletas são colaboradoras de vários setores administrativos da instituição. O bom resultado no campeonato deste ano veio do reforço dos treinamentos para a disputa.

“Missão dada é missão cumprida”, lema da equipe Tropa de Elite

A ação mobilizou 18 pessoas, entre atletas e o técnico do time. Destas, nove conseguiram doar sangue. “O ato de doar está muito ligado à proximidade com quem necessita do sangue. A ação desmistificou isso. Foi algo sem destinatários específicos. Vimos que muitas meninas do time nunca tinham doado sangue. As que ficaram com medo, se comprometeram a voltar outro dia e tentar fazer a doação. Outras, apenas foram dar apoio moral, pois duas pesavam menos que 55 quilos e uma está grávida”, destacou Flávia Toledo.

A assistente social, Luiza Inácio dos Santos, do Banco de Sangue da Santa Casa de Maceió, todo cidadão deveria ter essa consciência, o hábito de doar sem ter destinatário específico. “Agradecemos muito a equipe Tropa de Elite por essa ação solidária. Ela contribuiu, e muito, para que possamos atender nossos pacientes internados e ambulatoriais. Doar sangue é um ato voluntário que salva vidas. Cada bolsa de sangue é fracionada em quatro hemocomponentes (concentrado de hemácias, plasmas, plaquetas e o crio precipitado). Então, é por isso que dizemos que cada bolsa doada pode salvar até quatro vidas”, disse.

Quem pode doar?

Para homens, o intervalo mínimo para doação é de dois meses. Mulheres só podem doar a cada três meses. Para não comprometer o atendimento aos pacientes que precisam de hemocomponentes (sangue e plaquetas), o Banco de Sangue alerta à população de que a doação de sangue deve ser feita antes de tomar a vacina contra o sarampo, uma vez que o tempo de inaptidão é de 30 dias, conforme o RDC nº 5, de 28 de setembro de 2017.

Critérios básicos para doação:

  • Estar alimentado e em boas condições de saúde;
  • Ter idade entre 18 e 60 anos;
  • Portar documento oficial com foto: Identidade, Habilitação, Reservista com foto ou Carteira Profissional;
  • Pesar a partir de 55 kg;
  • Não ingerir bebida alcoólica no dia anterior;
  • Dormir pelo menos 6 horas durante a noite.

As doações podem ser feitas de segunda à sexta-feira das 07 às 16 horas, na Rua Barão de Maceió, 354, no Centro. Para mais informações, ligue para os telefones: 2123-6098 ou 2123-6240.

 

 

8 de outubro de 2019