31 de dezembro de 2019

Santa Casa de Maceió realizou simulação de desastres e emergências

Desde 2016, a Santa Casa de Misericórdia de Maceió realiza simulações de desastres e emergências. Ao todo foram 12 ações, sendo oito do PAD (Plano de Atendimento a Desastres e Incidentes com Múltiplas Vítimas) e quatro do PAE (Plano de Atendimento de Emergências) que testaram o tempo de resposta das equipes envolvidas.

Simulação ocorreu dia 26 nas instalações da Santa Casa de Maceió

O PAD é testado periodicamente através de exercícios simulados com a equipe multidisciplinar da Santa Casa de Maceió, estabelecendo uma cadeia de comando e todo um fluxo de trabalho, que começa no acionamento do plano, mantém-se ativo durante a assistência às vítimas e encerra-se quando o fluxo de pacientes é normalizado.
No caso do PAE são avaliadas a atuação da brigada de emergência, rotina de abandono das instalações, as rotas de fuga previstas, e o local do ponto de encontro em caso de acionamento do Plano.
Na quinta-feira (26), por volta das 9h, uma simulação conjunta com colaboradores das duas equipes foi acionada: um princípio de incêndio com vítimas estava em andamento na UTI Geral.

Colaboradores, médicos e enfermeiros participaram da simulação

Em poucos minutos, os colaboradores convocados chegaram e analisaram a situação. Médicos e enfermeiros foram chamados e as vítimas levadas para a Emergência. Se a situação fosse real, as equipes saberiam usar o conhecimento adquirido nos treinamentos para salvar vidas.

“Os simulados nos preparam para caso aconteça algum desastre. Pedimos a Deus que isso não aconteça, e a manutenção do hospital trabalha para evitar problemas. Nossa intenção é de realizá-los a cada dois ou três meses. Na simulação houve um princípio de incêndio nas instalações elétricas nas proximidades da UTI Geral ocasionando choque em trabalhadores que foram deslocados para a Emergência. Nosso pessoal precisa estar preparado para fazer esse atendimento”, disse o superintendente de Engenharia e Infraestrutura, Carlos André de Mendonça Melo.

Atores representaram as vítimas de choque elétrico atendidas pelas equipes do PAE e do PAD

Três atores representaram o papel de vítimas de choque elétrico e foram socorridos pelas equipes envolvidas no plano. Todo trabalho foi acompanhado por observadores que verificaram, entre outros pontos, o tempo de resposta do pessoal convocado para a simulação.

Desde 2016, 12 grandes simulados foram realizados na instituição

Anualmente, a Santa Casa de Maceió realiza dois simulados de grande porte e dois de pequeno porte. “Este ano fizemos as duas simulações juntas (PAE e PAD) para interligar a ação das equipes. A intenção é a de que, nos próximos anos, possamos fazer um simulado de grande porte e outros menores para corrigir pequenas falhas que, porventura, percebamos durante a ação”, explicou o coordenador Administrativo e de Patrimônio, Clóvis Gouvêa.

31 de dezembro de 2019