22 de novembro de 2021

NOVEMBRO AZUL | Câncer de próstata é a segunda causa de morte em homens

Especialista alerta que sinais do corpo não devem ser ignorados

Idade, histórico familiar, estilo de vida, e obesidade estão entre as principais causas de câncer de próstata. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), em 2021, o Brasil deve registar 65.840 novos casos da doença que tem na prevenção e diagnóstico precoce suas principais armas de combate.

O urologista da Santa Casa de Maceió, Gustavo Mendonça, alerta para o número de casos. “Temos uma média de 68 mil casos por ano, com o registro de 15 mil mortes. No ano passado, por conta da pandemia, 55% dos homens deixaram de procurar algum tipo de assistência médica, isso fez com que, esse ano, passássemos a descobrir canceres em estágios mais avançados”, disse.

Muitas vezes, o câncer de próstata demora para apresentar sinais, por isso é preciso redobrar a atenção quando se tem dificuldade para urinar, dor ou ardor ao urinar, ou perceber a presença de sangue na urina ou no sêmen. Segundo o especialista, quando os sintomas da doença são percebidos, geralmente o tumor já está em fase avançada, o que reduz a chance de sucesso do tratamento.

Urologista e cirurgião Gustavo Mendonça

“Os homens precisam ficar mais atentos às mudanças corporais. Se algo fugir do habitual, o médico deve ser procurado. Mas o medo ou a vergonha em buscar ajuda especializada ainda são empecilhos para se obter o diagnóstico precoce, o que pode dificultar ainda mais o tratamento. Não se pode perder tempo”, ressalta Mendonça.

Após a consulta, o urologista em acordo com o paciente faz a solicitação dos exames. O pedido nunca acontece de forma compulsória. O tratamento depende do estágio da doença, da idade e do estado de saúde do paciente. O mais comum é que o homem realize cirurgia, radioterapia e terapia hormonal.

“A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) recomenda o rastreio da doença em pessoas acima dos 50 anos, mesmo que o paciente não apresente nenhum sintoma, e acima dos 45 anos, se tiver alguns fator de risco, como casos de câncer de próstata na família e ser afrodescendente. Após uma primeira avaliação com o médico, será definido quando é recomendado iniciar e repetir os exames — como o de toque retal e o PSA. É preciso reforçar que quando descoberto em fases precoces, o câncer de próstata é 100% curável”, disse o urologista Gustavo Mendonça.

CAMPANHA – Neste ano, a campanha Novembro Azul também aborda a saúde masculina de uma forma geral, jogando luz a outros problemas que podem acometer os homens. Pela SBU, o tema do movimento é “Saúde Também É Papo de Homem”.

 

 

22 de novembro de 2021