28 de março de 2022

Santa Casa de Maceió registra baixo atendimento de síndromes gripais

Especialista alerta que apesar da queda de casos, população deve manter cuidados

 

Desde março de 2020, a covid-19 e suas variantes mudaram a rotina dos hospitais. Dos primeiros casos registrados em Alagoas, passando pelos picos de atendimento, até chegar aos dias de hoje, de relativa calmaria, a Santa Casa de Maceió vem se mantendo atualizada para melhor acolher a sociedade alagoana.

“Tudo sempre começa pela Pronto Atendimento 24h, e o hospital se preparou muito. Os primeiros casos que chegaram foram de pacientes vindos do exterior. Já tínhamos todos os EPI’s, feito múltiplos treinamentos, sempre torcendo para a doença não vir. Com as primeiras variantes, atendemos um número expressivo de pacientes, muitos deles graves, pois não tinha vacinação”, disse Anna Carolina Le Campion, coordenadora do Pronto Atendimento 24h da Santa Casa de Maceió.

Neste momento, o hospital registra a diminuição contínua do número de pacientes com síndromes gripais que chegam ao Pronto Atendimento 24h. O atendimento desses casos caiu de 70% (janeiro) para 11% (março). “O cenário é diferente do início do ano, quando o número de atendimentos ultrapassava o de pacientes com outros casos clínicos. Mas desde o final de janeiro temos visto uma grande diminuição dessas entradas. Essa também é uma realidade em outros serviços privados”, reforçou a coordenadora.

Anna Carolina Le Campion destaca o trabalho da equipe da Emergência

Em Alagoas, o governo do estado liberou o uso de máscaras em ambientes externos, mas orienta que uso do equipamento de proteção seja feito em ambientes internos, facultando que cada Município decida sobre este ponto. Maceió foi uma das cidades onde o uso de máscara foi desobrigado. “Apesar dos baixos números de casos, a covid-19 ainda pede atenção, pois ainda há registro de infecções e mortes, e a máscara deve continuar sendo usada em lugares fechados. Sem relação à covid-19, o que pode acontecer ao deixar de usar a máscara, é ter contato com outros vírus de transmissão respiratória”, ressalta a médica.

HOSPITAL – Seguindo protocolos rígidos de segurança, a instituição segue com agenda aberta para exames laboratoriais e de imagem, atendimentos clínicos, e procedimentos cirúrgicos de pequeno, médio e grande porte. Tanto no Pronto Atendimento 24h, como no Pronto Atendimento Pediátrico e Obstétrico 24 horas da Santa Casa Farol, contam com 16 tipos de convênios para atender ao público, são eles: Unimed, Bradesco Saúde, Amil, SulAmerica, Smile, Capesaude, Golden Cross, Camed Saúde, Asfal, Geap, Assefaz, Saúde Caixa, Life, Petrobras e Fusex.

Entre os serviços, o Pronto Atendimento 24h dispõe de especialistas e atendimento clínico, apoio 24h do serviço de Hemodinâmica e Endoscopia, e apoio das UTI’s (Geral, Neuro, Coronária e Cardíaca).

28 de março de 2022