11 de maio de 2018

Treinamento: manuseio errado de instrumental pode trazer prejuízos de até R$ 100 mil

Você sabia que existem instrumentais e equipamentos cirúrgicos que chegam a custar até R$ 100 mil. E que se não forem manuseados corretamente podem ser danificados e gerar prejuízos para o hospital? Você sabia que uma equipe bem treinada é um dos itens para o sucesso dos procedimentos cirúrgicos?

Por tudo isso, o Centro Cirúrgico da Santa Casa de Maceió iniciou uma série de cursos de capacitação envolvendo seus profissionais de enfermagem e a equipe da Central de Material e Esterilização (CME), que lida diariamente na higienização e esterilização de todo ferramental utilizado nas cirurgias.

O primeiro convidado do projeto foi o urologista Mário Ronalsa, que levou diversos instrumentos utilizados na endourologia para o auditório Sizenando Nabuco, no Centro de Estudos da Santa Casa de Maceió.

Os 80 profissionais inscritos receberam informações sobre procedimentos urológicos, instrumentais, cuidados no manuseio entre outros.

“Uma equipe qualificada favorece que os resultados para o paciente também sejam positivos”, comentou o urologista Mário Ronalsa após uma das palestras.

Já a supervisora do Centro Cirúrgico Maria Clara Ferreira frisou que este é a primeira edição da iniciativa, que deve incluir outras especialidades médicas e outras áreas como compras, auditoria etc.

Representando a empresa Handle, a consultora de negócios Aida Barros lembrou que os equipamentos e instrumentais são sensíveis e que qualquer manuseio incorreto pode danificá-los.

“O instrumental pode ser danificado até na hora de retirar da embalagem, no transporte e na esterilização”, alertou Aida Barros.

 

 

11 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *