28 de janeiro de 2019

Além dos pacientes, anestesiologistas atuam também na residência médica da Santa Casa de Maceió

Anestesiologista Joaquim Costa e, ao fundo, o médico residente Robergson Rozendo

Além de atuar no centro cirúrgico, em exames de alta complexidade e na profilaxia de infecção com o uso racional de antibióticos, o grupo de anestesiologistas da Santa Casa de Maceió vêm contribuindo também na formação de novos profissionais por meio do programa de residência médica.

A anestesiologia é um dos mais concorridos programas de residência médica do hospital, reunindo hoje 12 médicos em formação nos três anos em que se divide o curso de pós-graduação. Quatro anestesiologistas são formados na Santa Casa de Maceió e entregues à sociedade todos os anos.

Vale destacar que a residência médica é um curso de pós-graduação reconhecido pelo Ministério da Educação.
A residência não é um estágio para estudantes de medicina. É uma pós-graduação para médicos.

“Para tornar-se um anestesiologista é necessário conhecimento nas áreas clínica médica, fisiologia e farmacologia”, esclareceu o anestesiologista Joaquim Sávio.

28 de janeiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *